Como escolher o fotógrafo do casamento

Dica número 1: defina seu estilo de foto favorito. Estude referências e visite muitos sites. vinte  anos de experiência no ramo me convenceram de que não importa se o fotógrafo clicou 50 fotos lindíssimas no estilo jornalístico: a noiva sempre vai querer, no mínimo, mais 500 fotos. Ela quer que apareça todo mundo, e quer pais, padrinhos e família enfileiradinhos diante à mesa do bolo, na pose tradicional. Essa é a maior frustração dos fotógrafos que querem fazer apenas “arte” com fotos de casamento. Porque realmente é complicado quando um profissional mostra detalhes maravilhosos do buquê, ou da decoração, mas não entrega nenhuma foto do casal de costas e o véu da noiva estendido sob o trapete da igreja (um exemplo clique tradicional).

Por isso, dica número 2: converse com seu fotógrafo. Mesmo que ele siga uma linha jornalística, explique que gostaria de alguns cliques tradicionais e exemplifique-os. É sempre melhor prevenir do que depois não encontrar aquela foto clássica no seu álbum. O fotógrafo fará tudo o para deixar a noiva feliz, mesmo que para isso tenha que desviar um pouco do seu estilo.

Dica número 3: Informe tudo o que o fotógrafo precisa saber para sua cerimonialista, para que no dia ela passe para ele detalhes importantes, como: quem são os pais, os padrinhos, avós; que horas acontecerá tal evento, ou surpresa. Assim, o fotógrafo estará sempre atento e não perderá aquele momento mais especial.

A dica número 4 é uma opinião pessoal, que reflete um pouco como eu gostaria que fosse meu “dia da noiva”. em  Curitiba , é muito comum fotógrafos cobrirem o “making of”, ou seja, a noiva se arrumando num hotel, ou na casa dos pais. Independente de onde você vá se arrumar, mantenha o ambiente tranquilo e vazio. Por experiência própria, um quarto de hotel lotado de madrinhas também se maquiando e se vestindo não é nem um pouco relaxante para uma noiva. E o fotógrafo (e as vezes, a filmagem também, né?) fica sem muito espaço para trabalhar. Eu aconselho que a noiva fique na companhia da mãe e no máximo mais uma madrinha, ou parente. Assim, fica até mais bacana, pois ela mantém o “mistério” até para as madrinhas e amigas mais próximas.

Seguindo essas dicas, acredito que a cobertura fotográfica do seu casamento será um sucesso e, mais importante: exatamente como você sonhou.

Fotos: Santos foto e video

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*